Assistir Weidman x Belfort ao vivo pelo UFC 187

Botao
Assistir Weidman x Belfort ao vivo pelo UFC 187
Carregando...
Publicado em: 23 de maio de 2015

Assistir a luta principal entre Weidman x Belfort ao vivo do UFC 187 com transmissão exclusiva na tela do seu PC ou celular!

UFC 187 – Anthony Johnson vs. Daniel Cormier

Anthony Johnson

vs.

Daniel Cormier

Chris Weidman

vs.

Vitor Belfort

Donald Cerrone

vs.

John Makdessi

Travis Browne

vs.

Andrei Arlovski

Joseph Benavidez

vs.

John Moraga

John Dodson

vs.

Zach Makovsky

Dong Hyun Kim

vs.

Josh Burkman

Uriah Hall

vs.

Rafael Natal

Rose Namajunas

vs.

Nina Ansaroff

Mike Pyle

vs.

Colby Covington

Islam Makhachev

vs.

Leo Kuntz

Justin Scoggins

vs.

Josh Sampo

 

O UFC 187 é um dos mais esperados de todos os tempos, não só por possuir os melhores lutadores em atividade do MMA, mas também por toda polêmica envolvida relacionada aos seus participantes. A princípio o evento que ocorre no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas - estado de Nevada, teria como principal atração o campeão do meio pesado Jon Jones e o desafiante Anthony Johnson. Mas uma peripécia do destino acabou por mudar os planos do diretor Dana White. Jon Jones acabou envolvido em um acidente automobilístico, há suspeitas de que estava alcoolizado e por isso não prestou socorro e acabou sendo preso, o que lhe rendeu uma suspensão e a cassação de seu título como campeão. Com a saída de cena de Jones, quem ganhou todos os holofotes foi Chris Weidmann que na noite defenderá seu título de campeão dos pesos médios, o desafiante será outra vez um brasileiro; Victor Belfort que teve que esperar três novos agendamentos para poder disputar com o americano o título de campeão da categoria espera enfim assegurar o cinturão.

Apenas dois brasileiros estarão em combate no UFC 187, no Card Preliminar Rafael Burkman enfrente o jamaicano Uriah Hall também pelo peso médio, o outro é o próprio Victor pelo Card Principal, que fará a penúltima luta da noite. O evento ainda terá os embates entre o americano Donald Cerrone contra o canadense John Makdessi; Travis Browne enfrenta Andrei Arlovski e a primeira luta do card principal que será entre os conterrâneos Joseph Benavidez contra John Moraga. Pelo Card Preliminar, John Dodson luta contra Zach Mokovsky e Justins Scoggins contra Josh Sampo pelo peso “moscas”, nos meio médios o coreano Dong Hyun Kim luta contra Josh Burkman e Mike Pyle enfrenta Colby covington, Islam Makhachev da Rússia lutará contra Leo Kunts e nos palhas femininos Rose Namajunas encara Nina Ansaroff.

Anthony Johnson vs. Daniel Cormier – Cinturão dos meio pesados.

O único gigante capaz de tirar o cinturão do campeão Jon Jones tem nome de mulher e costuma cobrar caro. Imprudência. Foi essa a única forma do lutador que nunca foi derrotado antes (a única derrota foi por desclassificação), sair de cena e dar a possibilidades de seus adversários de luta, possuírem o estimado cinturão; dessa forma, Anthony Johnson enfrenta Daniel Cormier para ver quem fica ou não com o título de campeão da categoria meio pesado, em tese a luta mais importante da noite, já que antes Chris Weidman sob todos os holofotes sob no octógono para defender contra Vitor Belfort o cinturão dos médios pesados.

O favorito para o combate é Anthony, que possui em seu cartel 19 vitórias, sendo as 9 últimas de forma consecutiva e invicta, inclusive sobre grandes nomes do MMA como Gustafsson e Minotouro  por meio de nocautes. A tática de Johnson se baseia na luta em pé, na franca trocação, o seu ponto forte, já que possui velocidade e técnica apurada nos golpes tentará manter a distância para se sobrassair.

Com 15 vitórias Daniel Cormier conheceu a sua única derrota quando enfrentou Jones no UFC 182, apesar de não possuir muita técnica de solo, costuma levar a queda seus adversários e faz isso como ninguém, apesar de ser muito forte não deve participar do jogo de Johnson e assim evitará ao máximo a trocação.

Anthony Johnson

Ranking #1

Lutas: 23

Vitórias: 19

Derrotas: 04

Nocautes: 11

Idade: 31

Peso: 93 kg

Altura: 187 cm

País: E.U.A.

Daniel Cormier

Ranking #3

Lutas: 16

Vitórias: 15

Derrotas: 1

Nocautes: 8

Idade: 36

Peso: 93 kg

Altura: 180 cm

País: EUA

Chris Weidman vs. Vitor Belfort – Cinturão dos médios pesados.

Chris Weidman  - O surgimento de uma lenda e a decadência de outra.

Chris Weidmann era mais um lutador entre tantos outros nos ringues da vida, mesmo sendo um dos maiores campeões de Wrestling universitários em seu país, seu nome ainda não projetava grandes expressões, desconhecido até mesmo entre colegas do mesmo esporte, Weidmann foi conquistando seu espaço luta a luta, e a cada soco, e a cada soar de gongo, ele dava um passo em caminho de seus objetivos. Ao chegar ao UFC Weidmann sempre como substítuto imediato foi derrubando adversário por adversário. O primeiro a conhecer a sua técnica foi Alessio Sakara, que perdeu para o nova-iorquino no UFC Live Sanchez vs. Kampmann por decisão unânime, o segundo a cair foi Jesse Bongfeldt, no UFC 131, que na verdade não caiu e foi finalizado com uma guilhotina em pé por Weidmann,  o que lhe deu o feito de melhor golpe da noite no evento, a partir de então Weidamman não quis mais saber de parar e venceu também Tom Lawlor no primeiro round do UFC 139.

Até então lutas de pequena expressão Weidmann continuava no anonimato, atÉ que teve que substituir Michael Bisping no UFC on Fox: Evans vs.. Davis. Mesmo com pouco tempo para treinar Weidmann aceitou o desafio, e foram precisos apenas 15 dias para que Weidmann entrasse de vez no hall da fama dos maiores lutadores de MMA mundo. Após vencer o brasileiro demian maia, Chris weidmann viu seu nome alavancar do dia para noite, e de mero wrestling se tornou a estrela em ascendência do UFC.

Após vencer maia, Weidmann teve pela frente Mark Muñoz, o Filipino era o preterido para a conquista do cinturão dos pesos médios, e viu seus planos terminarem em uma cotovelada a contra golpe, disparada por Weidmann, com atuação perfeita, o americano encaminhou para a disputa de cinturão com o até então invicto e número #1 absoluto -  Anderson Spider Silva

No topo

A disputa do cinturão dos pesos médios foi realizada em julho de 2013, Anderson, o aranha estava em fase sensacional, até então sem nenhuma derrota no UFC, mesmo assim, houve quem apostasse em uma vitória de Weidmann, a luta contou com um show a parte de Anderson, que menosprezou, debochou e até riu dos golpes proferidos por Weidmann, que concentrado não se abalou com o escárnio do aranha, isso durou até 1m18s do segundo round, quando um cruzado de esquerdo certeiro no queixo do aranha o levou para a lona, estava selado o destino de Chris Weidmann como campeão dos pesos médios.

A vitória do azarão foi noticias em todos os veículos especializados em luta, Chris Weidman começou a figurar nos mais importantes eventos, a dar entrevistas a ser interpelado pelas pessoas nas ruas. Surgiram os mais diversos tipos de boatos, que a luta havia sido entregue, que Anderson pagou pela prepotência. O fato é que o UFC tinha agora um novo campeão dos pesos médios.

A revanche do Aranha

O UFC não perdeu tempo, diante tanto alarido com a vitória de Weidman, Dana White tratou de imediatamente marcar uma revanche para o brasileiro, no UFC 168 que seria realizada em dezembro, na cidade de Las Vegas. Este evento apresentou números impressionantes, no Brasil o canal Combate bateu o número de vendas de pacote, superando até mesmo a revanche de Chael Sonnen contra o próprio brasileiro, o UFC 168 foi considerado a luta do século em termos financeiros.

Mas dentro do octógono o que se viu foi mais uma vez a supremacia do americano, Weidmann que dominou de forma clara e conclusiva todo o primeiro round levando grande vantagem sobre o brasileiro, no segundo round disposto a inverter a situação, Anderson tomou um golpe duro do destino, seu chute tantas vezes mortal e certeiro parou na defesa inteligente de Chris Weidmann e o pior aconteceu, a perna de Anderson se partiu em duas, e mais uma vez Weidmann mostrava que não veio para o MMA por acaso, o cinturão continuava nas mãos do “The All-American”.

Defesa de Cinturão

Após defender o seu cinturão na revanche contra o Spider, Vitor Belfort foi o escolhido para tentar no UFC 173 tomar “na base da porrada” o cinturão do americano, e o evento só não pode ser realizado devido a proibição de TRT, que era parte predominante no treinamento de Vitor, que precisou se afastar do evento para se adaptar ao novo tipo de treinamento, Lyoto Machida foi o escolhido da vez, e no dia  5 de julho ambos se encontraram e travaram o combate que foi escolhido como o melhor da noite, mas ainda estava para subir no octógono o homem a tirar o cinturão de Weidmann, que derrotou Machida, por decisão unânime dos árbitros.

Victor outra vez - será que agora vai?

Realmente Dana White queria ver juntos no octógono Weidman e Belfort e assim nova luta foi marcada para o UFC181, que não pode contar com a presença dos lutadores devido a uma lesão de Weidman, o combate foi adiado para o UFC 184, que mais uma vez foi adiado devido a outra lesão de Weidman, quando todos já imaginavam que o americano temia o confronto com Belfort, fica estabelecido que ambos vão se encontrar no UFC 187 que ocorre na próximo sábado 23.

Victor Belfort – The Phenom

Victor Belfort é um dos principais lutadores de MMA do Brasil e do mundo, ele já participou dos mais importantes eventos da categoria como PRIDE, Strikeforce e Cage Rage entre suas principais conquistas estão o título de meio pesado e peso pesado do UFC.  Victor já bateu lutadores como Randy Couture, Rich Franklin, Heath Herring, Michael Bisping, Luke Rockhold, Gilbert Yvel, Tank Abbott, Dan Henderson e Wanderlei Silva.

A maior derrota na vida do lutador

Diante tantos combates, a maior derrota do lutador não foi dentro do octógono, no início de janeiro no ano de 2004, a irmã de Victor, Priscilla Belfort sumiu sem deixar pistas, desesperada a família fez campanhas, pediu auxílio para amigos e toda a imprensa para que ajudassem a encontrar a irmão do lutador, foram anos de busca sem nem mesmo sinais do ocorrido, até o dia em que uma participante da quadrilha, confessou o crime.  Anos mais tarde, ficou constatado que Priscilla Belfort fora sequestrada, estuprada, morta e queimada por uma quadrilha de traficantes, tendo os principais suspeitos presos.

Nascido para lutar, Victor começou cedo no esporte, treinando, judô, boxe e jiu-jitsu, inclusive, se tornou o atleta brasileiro mais jovem a receber a faixa preta da arte marcial brasileira. Com apenas 19 anos, venceu Jon Hess em apenas 13 segundos, no Superbrawl, desde então não parou de fazer história. Entrou para o UFC onde recebeu o apelido “The Phenom” por suas atuações avassaladoras e seus golpes fulminantes.

O lutador entrou e saiu várias vezes do UFC, primeiro foi para o PRIDE, quando trocou o treinador Carlson Gracie pela equipe Brazilian Top Team, ganhou várias lutas contra adversários duros entre eles, Bobby Southworth, Daijiro Matsui, Gilbert Yvel, Heath Herring e Yoshiki Takahashi.

Ao Retornar ao UFC, Victor teve pela frente, Chuck Liddel, Marvin Eastman e Randy Couture. Entre vitórias e derrotas essa passagem ficou marcada pela luta em que Belfort enfrentou Tito Ortiz e por decisão dividida, acabou sendo derrotado, está foi considera a maior injustiça se tratando de decisão dos árbitros, na história do UFC.

Victor passou ainda pelo Cage Rage em que sagrou se campeão diante Jamez Zikic, mesmo lutando com a mão quebrada, depois lutou no Affliction, sendo treinado por Randy Couture, neste evento venceu Terry Martin com uma joelhada saltada seguida de um uppercut bem ajustado.

3x UFC

Ao retonar para o UFC pela terceira vez, Victor venceu Rich Franklin no UFC 103 e ouviu do próprio Dana White, que teria direito a lutar contra Anderson Silva, pelo título dos médios, esse confronto gerou muita polêmica, pois ambos haviam prometido que não lutariam entre sí, por já terem treinado juntos. Na pesagem Anderson decidiu por uma mascara o que acabou irritando Belfort que partiu para cima do ex-companheiro de treino, ambos lutadores trocaram ofensas o que gerou ainda mais interesse por parte do público para o evento. No dia da luta, o ator Steven Seagal estava nos bastidores alegando ter treinado Anderson. A luta acabou ainda no primeiro round quando o Spider nocauteou Victor com um frontal no queixo, sendo considerado um dos melhores golpes da história do UFC.

Victor ainda lutou contra Yoshihiro Akiyama, Anthony Johnson até enfrentar o campeão dos meios pesados Jon Jones no UFC 152, Jones quase foi finalizado com uma chave de braço ainda no primeiro round, mas acabou ganhando a luta no quarto round por finalização. Depois de Jones, Belfort venceu o inglês Michael Bisping, Luke Rockhold, Dan Henderson.

Chris Weidman vs. Victor Belfot – A Luta

Em sua nona luta no UFC Chris Weidman, que já  está invicto a 12 lutas, não vai querer entregar de bandeja essa conquista, sua precisão de golpes  e sua especialidade nas quedas vem estar muito apuradas para poder conter o ótimo boxe e jiu jitsu do desafiante Victor Belfort que tentará levar Weidman a lona já no primeiro round. Após a proibição do TRT (Terapia de Reposição de Testosterona), Belfort se tornou uma verdadeira dúvida para os amantes do esporte que não sabem como irá se comportar o lutador brasileiro.

UFC 187 ao vivo

Chris Weidman

Ranking # Cinturão

Lutas: 12

Vitórias: 12

Derrotas: 0

Nocautes: 5

Idade: 30

Peso: 84 kg

Altura: 187 cm

País: E.U.A.

 

Victor Belfort

Ranking #3

Lutas: 34

Vitórias: 24

Derrotas: 0

Nocautes: 17

Idade: 38

Peso: 84 kg

Altura: 182 cm

País: Brasil.

O UFC 187 será o principal evento da modalidade do ano, apesar de ter perdido a maior estrela da noite com a saída de Jon Jones, o card continua muito forte inclusive com duas disputas de cinturão.

Assista também:
Facebook
Publicidade
Últimas Postagens
Assistir PSG x Angers ao vivo em HD grátis Esportes
Assistir Manchester United x West Ham ao vivo grátis Esportes
Assistir Arsenal x Southampton ao vivo hoje Campeonato Inglês
Assistir Coritiba x Vitória ao vivo grátis em HD Brasileirão série A
Assistir The Walking Dead episódio 6 da 7ª temporada ao vivo Filmes e Séries
Assistir Figueirense x Fluminense ao vivo grátis Brasileirão série A
Assistir Santa Cruz x Grêmio ao vivo pela Série A Brasileirão série A
Assistir Real Sociedad x Barcelona ao vivo online HD Campeonato Espanhol
Google +
Canais Destaques
Globo ao vivo Globo ao vivo
Sbt ao vivo Sbt ao vivo
Combate ao vivo Combate ao vivo
Sportv ao vivo Sportv ao vivo
Esporte Interativo ao vivo Esporte Interativo ao vivo
Band ao vivo Band ao vivo
Px Pro